Ouça agora na Rádio

N Notícia

Guaidó convoca oposição a se deslocar às 'principais unidades militares'

FOTO: Reuters

Guaidó convoca oposição a se deslocar às 'principais unidades militares'

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, anunciou em rede social que ele e seu grupo vão se mobilizar, neste sábado (4), nas "principais unidades militares em todo o país" para irem às ruas de Caracas a partir das 10h (11h, no horário de Brasília).

"Seguimos na rua! Amanhã, sábado, às 10h, mobilizaremos as principais unidades militares em todo o país. Em paz, para seguir somando e sem cair em provocações. Fiquem atentos aos pontos de concentração que serão anunciados", diz o post, publicado nesta sexta-feira (3).

Guaidó foi o líder de um levante na terça-feira (30) que fracassou na tentativa de derrubar Nicolás Maduro da presidência da Venezuela.

O movimento perdeu força, entre outros motivos, porque não houve adesão de militares de alta patente –durante aquele dia, Guaidó pediu para que as forças armadas aderissem.

Os rebeldes se posicionaram em uma via expressa de Caracas com o líder da oposição. A cúpula militar reafirmou sua adesão a Maduro, e 25 rebeldes pediram asilo na embaixada brasileira.

Outro opositor, Leopoldo López, libertado de sua prisão domiciliar, se refugiou no edifício do corpo diplomático espanhol.

Cinco pessoas morreram nos conflitos nas ruas das cidades venezuelanas desde o começo do levante.

Maduro prega unidade militar
Em uma rede social, Maduro postou um vídeo com imagens de mobilização de militares, com um discurso que prega a unidade dentro do exército.

O líder chavista narra o vídeo e afirma que "a lealdade é um valor que se tem ou não se tem".

"O futuro da Venezuela tem que ser de paz, a prosperidade, o trabalho, esperar as dificuldades que teremos e enfrentá-las, mas unidos, sempre unida a Força Armada Nacional Bolivariana", diz Maduro.

FONTE: G1
Link Notícia