Ouça agora na Rádio

N Notícia

Senadores de Mato Grosso são empossados e Jayme quer priorizar reforma tributária

FOTO: Internet

Senadores de Mato Grosso são empossados e Jayme quer priorizar reforma tributária

Os senadores mato-grossenses Jayme Campos (DEM) e Selma Arruda foram empossados, há pouco, assim como os demais senadores. Jayme, que inicia o segundo mandato, apontou que também devem ser priorizados pelo Senado a reforma tributária e o pacto federativo. “É preciso que o governo federal se conscientize que a situação é grave e merece uma grande solução urgente e definitiva. Os afetados não são os governantes, os prefeitos e governadores, mas, sim, os cidadãos que vivem nas cidades e nos estados e necessitam de serviços públicos para viver com dignidade”, afirmou o senador.

O senador afirmou ainda que, na condição de veterano congressista, já na próxima semana irá mobilizar seus outros dois colegas no Senado, a senadora Selma Arruda e o senador Wellington Fagundes, além dos oito deputados federais, para num esforço urgente discutir ações junto ao governo federal para socorrer Mato Grosso, que vive atualmente em estado de calamidade financeira. Jayme Campos disse que vai conversar com o agora deputado federal José Medeiros, que é o atual coordenador da Bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional, para promover esta mobilização urgente. Medeiros, que era senador, continua como coordenador dos congressistas mato-grossenses até que nova eleição seja feita. “Devido toda a experiência que tenho, me sinto na obrigação de fazer esta mobilização e o deputado José Medeiros, tenho certeza, comunga com nossa preocupação”, disse Jayme, através da Agência RBC.

Estreante na política, a senadora Selma Arruda (PSL), também fará a defesa do agronegócio, da educação, segurança pública e pelo equilíbrio na distribuição de renda e para que Mato Grosso receba mais recursos federais. Selma faz parte da base aliada, nop Senado, do presidente Jair Bolsonaro.

“A nova composição da casa é uma resposta clara do povo brasileiro, que pede por uma nova política e demonstrou isso muito bem nas urnas”, declarou a senadora, que foi a mais votada em Mato Grosso, com 678.542 mil votos.

FONTE: Só Notícias
Link Notícia