Ouça agora na Rádio

N Notícia

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE AGRICULTURA DEBATE SOBRE CONECTIVIDADE NO CAMPO

FOTO: Reprodução

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE AGRICULTURA DEBATE SOBRE CONECTIVIDADE NO CAMPO

Em 2050, a população mundial chegará a 10 bilhões de pessoas, segundo dados da Organização das Nações Unidas para a Agricultura (FAO). Para atender este contingente de pessoas, a produção de alimentos global terá que aumentar 70%, e a conectividade no campo é uma ferramenta indispensável para o Brasil dar um novo salto de produtividade.

O coordenador técnico do Instituto CNA, Joaci Medeiros, participou na sexta (6), em São Paulo, de um debate sobre conectividade no campo, tema do seminário que o Sistema CNA/Senar, a Anfavea e o jornal “O Estado de S. Paulo” promovem na quarta (11), na sede da Confederação.

Segundo dados do Censo Agropecuário, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 72% dos estabelecimentos rurais do país (3,6 milhões) não possuem conectividade. 

Um dos possíveis caminhos para melhorar a infraestrutura de telecomunicações nas áreas remotas do País é utilizar os recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust), que já arrecadou aproximadamente R$ 22 bilhões. Inclusive, está tramitando no Congresso Nacional o projeto de lei, o PL 172/ 2020, da senadora Daniella Ribeiro, que modifica a Lei Geral das Telecomunicações para permitir que os recursos do Fust, inicialmente destinados à telefonia fixa, possam financiar a expansão da conectividade móvel em áreas urbanas e rurais.

A mesa-redonda foi um aquecimento para o Fórum Estadão Think - Conectividade no Campo, uma promoção conjunta do Estadão Media Lab, ANFAVEA e CNA, que será realizado hoje, dia 11, em Brasília.

FONTE: Metrô FM com Assessoria
Link Notícia