Ouça agora na Rádio

N Notícia

Vaio SX12: um ultraportátil com mais portas do que você precisa

FOTO: tecmundo

Vaio SX12: um ultraportátil com mais portas do que você precisa

Informações Compartilhadas Tecmundo

Quase que todas as opções de notebooks disponíveis no mercado, sacrificam portas de conexão e concentram tudo nas USB-C. Com isso, o usuário é que precisa se virar e encontrar algum acessório que o ajude a conectar todos os periféricos que necessita. Porém, o Vaio SX12 chegou para mudar essa história e provar, de uma vez por todas, que esses aparelhos podem trabalhar com tudo, sem perder elegância e eficiência.

Principais características técnicas

Com apenas 897 gramas e uma tela de 12,5 polegadas, quase sem bordas, o SX12 já atrai a atenção pela estética. Ele conta com até 16 GB de RAM e opções com processadores Intel i5 ou i7 de oitava geração.

Indo para a parte que realmente impressiona, temos a quantidade de pontos para conexão em suas laterais:

  • uma porta Ethernet RJ-45;
  • uma saída HDMI;
  • três portas USB 3.0;
  • uma porta VGA (curioso, mas nem tanto, já que os japoneses ainda usam);
  • uma entrada para microfone e fone de ouvido de 3,5 mm;
  • uma porta USB-C;
  • leitor de cartões SD;
  • e o conector de energia, que não poderia faltar!
SX12 (Fonte:Vaio/Divulgação)

Além disso, o Vaio SX12 ainda está sendo oferecido com a opção de conectividade LTE, o que faz com que esse notebook seja compatível com quase todas as opções de conectividade mais usadas atualmente.

Há outros pontos interessantes como a bateria, que traz a promessa de autonomia de 14,5 horas, leitor de impressão digital e um teclado especial que evita que as letras se apaguem com o tempo de uso.

Preço e disponibilidade

Ainda não sabemos se a Positivo trará esse notebook para o Brasil, lembrando que a fabricante é a representante oficial da marca por aqui.

Por outro lado, já está disponível em terras japonesas, o aparelho está custando por lá, 119.800 ienes. Algo que daria em torno dos R$4.260 sem considerar fretes, taxas e impostos.

FONTE: tecmundo
Link Notícia