Ouça agora na Rádio

N Notícia

Flu vence na Arena Condá e empurra Chapecoense para a zona de rebaixamento

FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C. / fotospublicas.com

Flu vence na Arena Condá e empurra Chapecoense para a zona de rebaixamento

Tricolor faz 2 a 1, sobe na classificação e deixa o time catarinense na degola

Informações compartilhadas Superesportes

O Fluminense derrotou a Chapecoense por 2 a 1, na noite desta segunda-feira, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, e conquistou um feito que apenas o Palmeiras tinha conseguido na competição: vencer o time catarinense na Arena Condá, em Chapecó (SC).

O tricolor carioca chegou aos 34 pontos e subiu para a nona colocação, ficando atrás do oitavo Corinthians apenas pelo saldo de gols (5 a -5 para os paulistas). Com a segunda derrota em casa na competição nacional, a Chapecoense permanece com 28 pontos e volta à zona de rebaixamento, no 17º lugar. O time catarinense voltou à zona porque o Vasco, também nesta rodada, venceu o Bahia por 2 a 1 e deixou a região inferior da tabela.

Nesta segunda, no encerramento da rodada, a Chapecoense tentou marcar presença no campo de ataque desde o início do jogo, mas não conseguiu levar vantagem sobre a marcação adversária e ainda viu o Fluminense criando as principais chances de gol através de contra-ataques.

Logo aos dez minutos, o time carioca aproveitou erro na saída de bola da Chapecoense para abrir o placar. Everaldo arriscou da entrada da área com rara precisão e a bola tocou no chão e na trave antes de entrar no gol. Ainda no primeiro tempo, aos 35 minutos, Everaldo tocou para Sornoza na entrada da área e o equatoriano bateu cruzado, no canto inferior direito, para marcar o segundo.

Na segunda etapa, a Chapecoense melhorou e passou a buscar mais o ataque. De tanto insistir, aos 33 minutos, Bruno Silva encontrou Leandro Pereira livre na área. O centroavante dominou, girou em cima da marcação e bateu para o fundo do gol.

O momento de empolgação do time da casa, no entanto, durou pouco. Apenas dois minutos depois do gol, o zagueiro Douglas fez falta em Ayrton Lucas e recebeu o segundo cartão amarelo, deixando a Chapecoense com um jogador a menos.

A vantagem numérica facilitou o trabalho do Fluminense, que buscou administrar a vantagem até o apito final. Apostando em cruzamentos para Leandro Pereira, a Chapecoense ainda assustou em algumas oportunidades, mas não conseguiu o empate.

O Fluminense volta a campo no próximo sábado, às 16 horas, quando recebe o Grêmio no estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ), pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. No domingo, a Chapecoense vai enfrentar o Ceará no Castelão, em Fortaleza (CE).

CHAPECOENSE 1 x 2 FLUMINENSE

CHAPECOENSE
Jandrei; Eduardo, Douglas, Nery Bareiro e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo (Canteros) e Diego Torres; Wesley Natã (Bruno Silva), Leandro Pereira e Victor Andrade
Técnico: Guto Ferreira

FLUMINENSE
Júlio César; Ibañez, Gum e Digão; Léo, Richard, Jadson (Airton), Sornoza e Ayrton Lucas; Everaldo (Matheus Alessandro) e Luciano (Kayke)
Ténico: Marcelo Oliveira

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 24 de setembro de 2018, segunda-feira
Árbitro: Anderson Daronco (RS – Fifa)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Cartões amarelos: Leandro Pereira e Diego Torres (Chapecoense); Jadson e Júlio César (Fluminense)
Cartões vermelhos: Douglas (Chapecoense)
GOLS: Everaldo, aos 10min, Sornoza, 35 do 1ºT; Leandro Pereira, aos 34min do 2ºT
FONTE: Super Esportes / Estadão Conteúdo
Link Notícia